Cinco dicas para empresas adotarem ao fazer backup antes de sair para as férias de fim de ano

por Neander Ferreira

O mundo globalizado onde o volume de documentos, dados e informações estratégicas e confidenciais ganham cada vez mais relevância na tomada de decisões pede um sistema de backup corporativo cada vez mais estruturado e seguro. Ainda mais em tempos de férias coletivas, quando se encontram mais susceptíveis.

Já imaginou voltar das férias coletivas e ver o trabalho de um ano desaparecer por conta de um descuido provocado pela falta de um processo de backup ou de uma operação mal feita?

Isso pode acontecer com todos os tipos de empresa. Até mesmo as de grande porte, que já contam com um ambiente robusto de TI, não estão imunes a ameaças de falhas de servidores, discos rígidos, erros de configuração e aplicações, ou até mesmo livres de vírus e ataques de hackers.

Os impactos disso no negócio podem ir de problemas no faturamento e na receita até danos à reputação da marca caso haja necessidade de parar toda a operação por conta de problemas no backup.

Seguem abaixo cinco dicas importantes, sugeridas por Neander Ferreira, especialista em arquivamento e backup da CAS Tecnologia, que ajudarão a sua empresa a ter um sistema de backup mais seguro e eficiente:

1. Ao contratar uma ferramenta de backup, atente-se aos seguintes fatores: que ele consiga alcançar alta performance, que possua variadas formas e políticas de fazer o backup, e que seja fácil de administrar;

2. Para ter mais segurança, mantenha seus dados mais estratégicos em dois backups – um local e outro em um clone que pode ser um disco rígido externo ou guardado em local seguro na nuvem. Importante que o dispositivo que armazenará os arquivos seja compatível ao tamanho da infraestrutura da empresa e que esse clone fique guardado fora da companhia;

3. Evite ferramentas complexas, logs ou interfaces pouco intuitivas, erros difíceis de serem detectados, correlação de erros.

4. Criptografe os seus backups. Isso é importante para que mesmo que eles sejam comprometidos se tornem indecifráveis e inúteis para o hacker que tentará atacar seu sistema;

5. Para realizar esse serviço e cuidar de toda a gestão do seu backup, contrate um especialista ou, no mínimo, um profissional com habilidade para trabalhar com essa ferramenta e que domine seu funcionamento.
Para ter um backup seguro e eficiente não há necessidade de contar com uma mega plataforma composta por 300 devices de gravação ou instalação de devices fora do Brasil.

“Uma ferramenta confiável, instalada em um ambiente preparado, que tenha no comando um profissional habilitado em sua gestão e na estrutura ao menos um servidor dedicado com uma unidade de fita de gravação LTO de até 2,5 terabites e infraestrutura de rede com boa performance (que grave ao menos 100 mega por segundo) já garantem a segurança e as férias tranquilas”, explica Neander.