11/09/2012 Folha do Condomínio Online

A cobrança individualizada da água 

Moradores de edifícios que acham a conta de água muito cara e gostariam de saber o quanto de fato consomem do produto, podem solicitar ao condomínio a instalação de medidores individualizados. O pedido, segundo uma empresa que oferece o serviço, deve ser feito ao síndico ou à administradora do condomínio. Caso o prédio não esteja preparado, é necessário um projeto hidráulico, realizado por empresas de engenharia especializada.

De acordo com a CAS Tecnologia, empresa que oferece os equipamentos, essas empresas de engenharia adequam a estrutura do condomínio ao modelo exigido pelo programa da Sabesp, como também para auto-gestão.

“Outra solução que pode ser dada para estes casos é o monitoramento das colunas principais e a instalação de componentes econômicos nas próprias unidades, tendo assim um uso mais eficiente dentro do condomínio. Este processo visa baixar a conta principal, sem que haja intervenções física nas estruturas do prédio”, afirmou o gerente comercial da CAS, Marco Aurélio Teixeira (foto).

Ele explicou que o custo do benefício, como leituras diárias feitas pela telemetria, visualização de gráficos, fechamento de contas etc., é encaminhado ao condomínio, que recebe uma cobrança mensal, relacionada à quantidade de pontos de medição. O valor pode variar de R$ 3,00 a R$10,00 por apartamento.

Para adequar a estrutura do edifício ao sistema, dependendo da arquitetura deixada pela construtora e a quantidade de medidores individualizados instalados, a empresa informou que o prazo é de 3 a 6 meses e o custo pela implantação do sistema é de cada morador.