Posts

Novembro/17 – Brasil Energia

Análise do perfil de consumo será fundamental para adotar tarifa branca, afirma especialista

Opção vale para consumidores residenciais a partir de 1 º de janeiro de 2018 e possibilita redução da conta de energia para os que tiverem mais flexibilidade

A partir do primeiro dia de 2018 os consumidores de baixa tensão terão a oportunidade de migrar para a tarifa branca, que possibilitará reduzir o valor da conta com a adoção de hábitos que priorizem o uso da energia no período mais barato. Segundo a norma, aprovada pela Aneel no ano passado, a adesão é voluntária e será feita de forma gradual.

Leia mais

20/09/2017 – Portal Energia Solar

Novo modelo de tarifa para energia elétrica estará disponível a partir de janeiro de 2018 

Chamada de tarifa branca o novo modelo oferecerá um preço diferente de acordo com os horários

Leia mais

18/09/2017 – Diário Indústria e Comércio Online

Tarifa Branca entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018 

Você já ouviu falar em tarifa branca? É uma nova opção de tarifa para a conta de luz do consumidor brasileiro, prevista para entrar em vigor em janeiro de 2018. Abaixo esclarecemos os principais pontos:

Leia mais

18/09/2017 – Oficina da Net

Consumidores poderão solicitar adesão à tarifa branca de energia elétrica a partir de 1º de janeiro de 2018 

Primeiramente poderão adquirir a Tarifa Branca em 2018 aqueles que consomem mais de 500 quilowatts – hora (kWh) em média por mês.

Leia mais

18/09/2017 – ABC DO ABC

Tarifa Branca entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018 

Você já ouviu falar em tarifa branca? É uma nova opção de tarifa para a conta de luz do consumidor brasileiro, prevista para entrar em vigor em janeiro de 2018

Leia mais

18/09/2017 – Metro Jornal

Nova tarifa deixará conta de luz mais barata em 2018 

A partir do ano que vem, os consumidores poderão solicitar a adesão à tarifa branca de energia elétrica. Na última semana, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu manter a data de início da vigência do regime tarifário, que prevê preços diferentes para o quilowatt-hora de acordo com o horário de consumo.

Leia mais

25/08/2017 – Fala Brasil

Marco Aurélio Teixeira, da CAS Tecnologia, fala sobre o consumo de água em condomínios

 

23/08/2017 – DCI

Consumo de água em S.Paulo supera período antes da crise

Um ano após o fim da crise de abastecimento em São Paulo, o consumo de água na cidade já é maior do que antes do período crítico. Para especialista, governo paulista está melhor preparado, mas não livre de enfrentar uma futura crise.

Leia mais

21/08/2017 – Segs

Alta no consumo de água em São Paulo: desconhecimento da população é maior vilão do desperdício 

Números recentes da Sabesp apontam que o gasto com o consumo de água aumentou consideravelmente em condomínios passados dois anos da pior crise hídrica que São Paulo já vivenciou. Em 2015, ano em que começaram a surgir os primeiros indícios de reversão da crise, o consumo por apartamento era de 11,4 m³ na cidade de São Paulo, segundo cálculos da empresa. Dois anos depois, o gasto é de 11,8m² por unidade.

Leia mais