Posts

13/07/2017 – Convergência Digital

Vivo ativa laboratório aberto de IoT no Rio de Janeiro

A Vivo ativou, no Rio de Janeiro, no seu Centro de Desenvolvimento de Pesquisa e Desenvolvimento, o Open IoT Lab, tem como principal objetivo impulsionar e garantir um ecossistema amplo de parceiros para oferecer ao mercado as melhores soluções comerciais em Internet das Coisas e contribuir para a criação de um mercado local.

Leia mais

13/07/2017 – Computer World

Vivo e Huawei criam laboratório de IoT para desenvolver novas aplicações

Todas as pesquisas, desenvolvimento de novos produtos e aplicações serão relacionadas à tecnologia de Internet das Coisas Narrow Band-IoT (NB-IoT)

Da Redação
13 de Julho de 2017 – 20h23

A Vivo inaugurou um laboratório de inovação, denominado Open IoT Lab, voltado para o desenvolvimento de aplicações com tecnologia de Internet das Coisas Narrow Band-IoT (NB-IoT). Com base em características de baixo consumo de energia, melhor cobertura e a possibilidade de conectar um grande número de objetos, a tecnologia NB-IoT é a próxima tendência importante para a indústria de comunicações e está no centro da estratégia de negócio da Vivo, especialmente no segmento B2B. A implementação do Open IoT Lab contou com a parceria da Huawei.

Leia mais

13/07/2017 – Meio e Mensagem Online

Vivo inaugura laboratório de Internet das Coisas

Open IoT Lab busca expandir mercado de dispositivos conectados no País

Buscando impulsionar o segmento de tecnologia de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) no País e criar um mercado local, a Vivo abre um laboratório de inovação com base no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, no Rio de Janeiro.

Leia mais

06/03/2014 Yahoo! Finanças

O que é a Internet das Coisas

Imagine você dirigindo um carro com 150 cavalos de potência e o 4G mais veloz do mercado acoplado a ele, mostrando num grande painel digital com informações sobre consumo de combustível, alertas manutenções e possíveis problemas técnicos. Você está usando óculos de sol com lentes UVA e Bluetooth, e recebendo diante dos seus olhos dados sobre as condições climáticas e o trânsito do seu destino. E mais: você interage com seu possante usando apenas o movimento das retinas. Parece cena de filme de Hollywood, mas não é. Em pouco tempo essas combinações tecnológicas serão possíveis.

Leia mais