Posts

Distribuidoras investem para decifrar dados de Smart Grid

Das 67 milhões de unidades consumidoras de baixa tensão atendidas pelas distribuidoras brasileiras apenas 3,5% são acompanhadas por sistemas de telemedição, contra 50 milhões, pelo menos, do mercado norte-americano.

Esse contraste, entre outros aspectos, reflete escassez de investimento em tecnologias inteligentes no mercado nacional, mas não faz com que as concessionárias deixem de lado o gigantesco volume de dados acumulado diariamente – não só da parte dos clientes, como também da parte de operação das redes.

O tratamento analítico dessas informações, segundo o consultor Cyro Boccuzzi – exdiretor da AES Eletropaulo – ganhou maior prioridade nas empresas que perseguem maior eficiência e redução de custos de operação, em tempos de regulação mais dura e margens apertadas. Despertou também, em contrapartida, o interesse dos fornecedores pelo desenvolvimento de ferramentas de TI cada vez mais sofisticadas, voltadas para análise e integração de dados.

“As distribuidoras em geral perceberam que podem fazer uma série de inferências a partir do que recebem de informações no dia-a-dia, adicionando valor ao negócio e também prevenindo falhas que se desdobram em multas pesadas por parte do regulador”.

No processo de modernização do seu centro de operações e principalmente na ampliação da plataforma de coleta e gerenciamento de dados de telemedição, a AES Eletropaulo adquiriu um pacote de ferramentas de TI da General Electric que vai ajudar a fazer frente ao projeto piloto de Smart Grid que está em fase de implantação no município de Barueri.

Do lado nacional de oferta de opções para um mercado crescente e cada vez mais sofisticado, a CAS Tecnologia está começando a oferecer a plataforma analítica Athena às 20 concessionárias de grande porte com as quais já trabalha, de longa data, fornecendo e gerenciando sistemas de telemedição.

Segundo a gerente de Produto Cláudia Onoda, a ferramenta, além dar suporte à tomada de decisões no dia-a-dia das companhias, também permite um conhecimento muito mais profundo e qualificado sobre a carga, os equipamentos e comportamento das redes.

A CAS Tecnologia tem cerca de 200 clientes, com atuação inclusive na America Latina e Europa, e obteve receita de R$ 53 milhões em 2015. É considerada uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil.

Eficiência energética no foco da CAS Tecnologia com a Athena

Plataforma desenvolvida especialmente para as distribuidoras de energia elétrica.

Leia mais