Posts

A indústria 4.0 aliada à eficiência energética

Com o objetivo de reduzir custos e o impacto ambiental do setor elétrico, os sistemas inteligentes mostram-se essenciais – Indústria 4.0

Nos últimos anos, a transformação digital se tornou um dos principais pilares para o funcionamento de indústrias e empresas de diversos setores. Em tempos de pandemia, então, virou requisito básico de sobrevivência dentro do conceito da chamada Indústria 4.0, termo que se refere à aplicação de sistemas inteligentes e de automatização de processos nas linhas de produção, de operações de negócios e de integração de sistemas corporativos, por meio da integração de tecnologias como big data, robótica, internet das coisas (IoT) e inteligência artificial (IA). Estima-se que, até 2025, o potencial de valor da Indústria 4.0, para fabricantes e fornecedores, será de US $ 3,7 trilhões, conforme projeção da consultoria McKinsey. Ainda, o Índice de Automação do Mercado Brasileiro 2020 – que mensura o nível de automação de empresas dos setores de indústria, comércio e serviços – já apontou um crescimento de 3% de 2019 para 2020, com destaque para comércio e serviços, onde a automação cresceu 11% de 2017 a 2020.

Leia mais

Trabalho em casa é oportunidade para baixar fatura de energia

Opção para reduzir a conta é aderir à Tarifa Branca. Confira detalhes.

Leia mais

Bom Dia SP – Globo – 15/01/2020
Tarifa Branca: Vale a Pena?

Bom Dia SP – Globo – 02/01/2020
Tarifa Branca: Regras para pedir o benefício

SP2 – Globo – 01/01/2020
Novidade na Conta de Energia Elétrica

Matéria exibida no Jornal da Band em 30 de Dezembro 2019

Comércios e Casas Poderão aderir à Tarifa Branca

Tarifa branca: veja o que muda na conta de energia

Em 2019, o Brasil começou a operar a cobrança por meio da chamada tarifa branca. Entenda o que muda para o consumidor

Começou em janeiro a cobrança de consumo de energia por meio da chamada tarifa branca. Em linhas gerais, essa tarifa aparece na conta de luz de quem consome mais de 250 quilowatt-hora por mês (KWh/mês) – o que engloba quase 16 milhões de unidades consumidores, ou seja, pessoas e empresas. Aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a tarifa branca sinaliza aos consumidores a variação do valor de energia de acordo com o dia e o horário de consumo.

Leia mais

Consumidores de baixa tensão podem atrair nova onda de Redes Inteligentes

O empoderamento do consumidor, com novas modalidades de tarifação e microgeração, estão levando distribuidoras a estudar novos projetos, diz CAS Tecnologia.

Leia mais

Consumidor pode adotar a Tarifa Branca 

Desde o dia 1º de janeiro, parte dos consumidores brasileiros atendidos em baixa tensão pode aderir à chamada Tarifa Branca de energia. A medida cria a possibilidade de que os usuários que se enquadrem no regulamento venham a reduzir os gastos com esse insumo.

Leia mais